Dia Internacional da Música – 1º de outubro

A propósito do Dia Internacional da Música,1º de outubro, desejamos lembrar com gratidão dos pioneiros do curso de música do Seminário do Sul,convocados por Deus para esta missão.  

Bill Ichter (EUA,1925 – 2019)foi o missionário pioneiro para a área de música que chegou ao Brasil em setembro de 1956. Começou o ensino de música no curso de Teologia do STBSB – Seminário Teológico do Sul do Brasil. A música nesta época era para seminaristas de teologia.

Em 1961, Prof. John Boyd Sutton e sua esposa Profª Joan Larie Sutton, chegam ao Brasil. Casal bem preparado com mestrado em música e várias graduações como canto, violino, letras e pedagogia. Em 1963, iniciam o Curso de Música Sacra do Seminário do Sul, ele sendo o diretor e ela lecionando muitas matérias e dando forma a este Curso, que foi durante 10 anos chamado Departamento de Música do STBSB. Esse foi um curso livre preparando pessoas para servirem às igrejas batistas e outras denominações protestantes para exercerem o ministério de música nas suas comunidades eclesiásticas. Bill Icther e o casal Sutton foram os pioneiros, e desde então muitos ex-alunos comprometidos com a música na igreja por aqui passaram e estão no país e no mundo servindo por meio da música.

Destaco os professores e músicos que durante este tempo e após a saída dos fundadores e organizadores em 1983 (casal Sutton), coordenaram o Curso de Música Sacra do Seminário do Sul, seja interinamente ou não. São eles: John Boyd Sutton (1963–1983); James Stanley Moore (1983-1986); Isidoro Lessa de Paula (1986-1987); Margareth Baklisky Santos (1987–1989); Sandy Simmons (1988–1989); Gene O´Neil Wilson (1990–1991); Jane Borges (1992-1998); Theógenes Eugênio Figueiredo (1989–2002); Stella Júnia Ribeiro (2002-2004); Theógenes Eugênio Figueiredo (2004-2016). Atualmente Rosângela Sant’Anna é a responsável pela assessoria do curso.

 

Desde 1974 comissões sonhavam com o reconhecimento do curso para que os egressos da Casa pudessem alargar o círculo de testemunho e possibilitar a entrada em segmentos públicos e particulares de ensino. Hoje, após 53 anos, o Curso é de Licenciatura em Música com Gestão de Música na Igreja, da FABAT – Faculdade Teológica Batista do Rio de Janeiro mantida pelo Seminário do Sul (STBSB), desde 2009.

 

A missão é formar músicos-líderes para a música em igrejas (ministros de música), além de professores para o ensino fundamental e médio e demais locais de atuação como em empresas, ONGs e órgãos diversos no campo da música, devidamente legalizados. O Curso se destaca com estes dois focos – Gestão em Música eclesiástica e projeto Social – nosso diferencial.

No país, mais de três mil ministros entre pastores e ministros de música foram formados por esta Casa, desde 1916, quando graduaram seus primeiros cinco alunos (teologia).

 

Trago as marcas de cada pioneiro e professor em minha vida. É uma alegria, honra e privilégio participar desta Casa e desta História!

 

 


Westh Ney Rodrigues Luz –– Ministra de música e prof.ª no Seminário do Sul/FABAT; membro da Igreja Batista Itacuruçá, Tijuca, Rio e redatora da Revista de Música Louvor, da CBB.

 

 

 

 

 

 

Conheça os novos cursos livres de música: https://www.fabatmusic.com/cursolivre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here